terça-feira, 6 de novembro de 2018

“WHAT COMES AFTER” E A DESPEDIDA DE RICK GRIMES | THE WALKING DEAD - 9ª TEMPORADA


Título: What Comes After (O Que Vem Depois)
Temporada: The Walking Dead - 9ª Temporada
Data de Estreia: 04/11/2018
Roteiro: Matt Negrete e Scott M. Gimple
Direção: Greg Nicotero

Sinopse: Rick se vê obrigado a encarar o seu passado enquanto luta para manter a segurança das comunidades e proteger o futuro que ele e Carl sonharam (último episódio de Rick na série).

ATENÇÃO! 
Contém spoilers do episódio 9x05, "O que vem depois"

O momento chegou e Rick Grimes (Andrew Lincoln) se despediu oficialmente de The Walking Dead no quinto episódio da nona temporada. O episódio aprofundou no personagem e o fez visitar pontos do passado na forma de ilusões e conversas com Shane, Hershel Greene e Sasha (Jon Bernthal, Scott Wilson RIP e Sonequa Martin-Green), enquanto lutava para se manter vivo com um ferimento grave e ao mesmo tempo afastava uma horda de zumbis para proteger as comunidades e as pessoas que passou a proteger após a Guerra Total contra Negan.


Desde o início da 9ª temporada que se tem observado um certo desfoque gradativo em Rick. E já era de se esperar, pois, a saída de um protagonista (anunciada antes mesmo do início da temporada), que levou a história da série dando continuidade por nove anos, teve que ser friamente calculada. Infelizmente a série não está em um de seus melhores momentos e qualquer passo em falso poderia ter consequências ainda mais agravantes no destino de TWD


Mas como então fazer isso de uma maneira dramática e heróica? A grande sacada então foi morder e assoprar... a AMC numa cartada de mestre, conseguiu martirizar Rick Grimes e tirá-lo de jogo como um herói para os outros personagens sobreviventes da série e ao mesmo tempo direcionar a história do personagem para uma trilogia de filmes, algo já previsto anteriormente para o universo pós-apocalíptico da série, como novos spin-offs e filmes dentro de um mesmo universo expandido de The Walking Dead.

O episódio em si foi bastante dramático e emocionou ao tocar feridas antigas dos fãs. A direção e o roteiro ganham um certo crédito por resgatar algo que se encontrava escasso no decorrer dos últimos episódios da trama. Foi notavelmente uma saída honrosa e ao mesmo tempo sacana, pois era esperado até o último momento uma morte heroica, que levasse Rick a salvar alguém ou a todos (o que de certa forma aconteceu) mostrando ainda em que acreditava e pelo que valia a pena sobreviver... a família, aquela que tanto procurava nas ilusões, era a que já tinha de fato encontrado fazia algum tempo. Fato esse que pode ser explicado nas alucinações com outros personagens mortos, ao invés de Carl ou Loren.


E o pulo do gato é: Rick acaba sobrevivendo e saindo de cena, agonizando, mas vivo, no misterioso helicóptero sendo resgatado por Jadis e seu também misterioso pessoal. E a dúvida que pairava em quem seria o(a) principal pode ter surpreendido muitos fãs... foi outro salto temporal, para destacar o protagonismo da série, que agora deu a entender que será a Judith, mais crescida e adaptada ao mundo a sua volta e a inclusão de novos personagens!

Particularmente gostei muito do episódio, apesar dos pesares consegui me emocionar muito e resgatar um sentimento havia muito adormecido por essa série que tanto gosto.
Nota 4/5